sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Deus da Carnificina

Estava sentido falta de um bom filme. Compromissos profissionais e estudos tomaram meu tempo nas últimas semanas, o que me afastou de apreciar o que há de melhor na sétima arte.
Portanto, neste retorno nada melhor do que assistir um filme dirigido por Roman Polanski. Em minha opinião esse diretor é sensacional e tem como característica nos contar belas histórias. O seu lado polêmico e de condenado na justiça, não diminui seu talento para a direção.
Nesta última obra, de praticamente um único cenário, o casal Nancy e Alan Cowan (Kate Winslet e Christoph Waltz) vai até a casa de Penelope (Jodie Foster) e Michael (John C. Reilly), no qual discutem a agressão que o filho do primeiro casal protagonizou no filho do segundo, na qual busca-se o entendimento entre os filhos.
No entanto esse quarteto apresenta personalidades muito diferentes, o que faz que a civilidade e as questões morais sejam num certo momento bastante atenuadas.
Em minha opinião esse enredo foi muito bem construído, nos proporcionando diálogos geniais, como também muito divertidos para mim. Mas também, nos faz refletir sobre as relações humanas numa sociedade contemporânea como a nossa, numa legítima comédia dramática.
Claro que os críticos vão argumentar que isso não é cinema, pois a obra é baseada num enredo de uma peça de teatro de mesmo nome e que também apresenta toda uma lógica teatral, mas em hipótese alguma isso desmerece o filme que nos brinda ainda com uma ótima atuação desse quarteto de atores.
Recomendo esse filme.


Nenhum comentário: