domingo, 11 de novembro de 2012

Belém de agora após as eleições.

Passando o período eleitoral, observamos enquanto cidadão, o quanto a cidade de Belém necessita de medidas urgentes para se sair do caos que se encontra.
Medidas urgentes na área do saneamento urbano, na saúde (que nesses últimos 08 anos foram um verdadeiro caos), educação e geração de empregos devem ser a prioridade do novo prefeito eleito Zenaldo Coutinho.
Isto porque, nos últimos anos, a Cidade de Belém, perdeu o posto de Metrópole da Amazônia - para a vizinha Manaus -, perdeu sua importância no cenário nacional, e sucumbiu a violência urbana.
No segundo turno das campanhas eleitorais para a prefeitura de Belém, ambos os candidatos, Zenaldo Coutinho e Edmílson Rodrigues, propuseram em seus discursos o compromisso com a mudança, mas de poucas propostas práticas, tornando um discurso meramente populistas, mas que dividiu a cidade.
Os resultados das eleições se comprovou que nas áreas periféricas da cidade a vitória de Edmílson, nas áreas mais centrais vitória de Zenaldo. Em minha opinião, essa divisão não é um cenário propicio para a mudanças a que Belém necessita. Precisa-se neste momento de serenidade de nossas lideranças políticas  para entender que as disputas eleitorais acabaram e que Belém necessita da União dos adversários para chegar ao Desenvolvimento Econômico e Social.
Tomara que nossas lideranças compreendam que o momento é o de compromisso com os cidadãos desta nossa cidade, não com seus interesses políticos e partidários. 




Nenhum comentário: