sábado, 13 de outubro de 2012

Uma" Ilha" verde num Mar de Degradação

Nos últimos dias viajei a trabalho para a região de Carajás e do alto pude observar, com meus próprios olhos o quanto a floresta Amazônia vai destruindo e virando fumaça, literalmente.
A degradação florestal na maior reserva de biodiversidade do planeta vai se destruindo por ação do homem, principalmente ao que pude observar na região de Tucuruí. Para não parecer palavras de um "ecochato" como já fui chamado, o "Jornal Diário do Pará" do dia de hoje (13.10.12) reproduz matéria da Agência O Globo em que evidência o empobrecimento da Floresta amazônica devido ao desmatamento ilegal, inclusive em áreas indígenas. 
Isso evidência uma coisa, que enquanto humanidade estamos regredindo, pois a diminuição da biodiversidade comprometerá a vida e o clima do planeta no futuro não muito distante. E para piorar, as populações amazônicas, não terão direito ao Desenvolvimento. 
Se nossos governantes, quiserem pensar no Desenvolvimento para a Região, terão que investir em Ciência e Tecnologia, aliando-os com os recursos da nossa biodiversidade. 
Não deixaremos que a Floresta nacional de Carajás se uma "ilha" verde num mar de degradação.  

Nenhum comentário: