domingo, 5 de agosto de 2012

O Brasil nas Olimpíadas de Londres

As olimpíadas ainda não acabaram e o Brasil ainda tem algumas chances de medalhas, contudo o desempenho de nossos atletas ainda estão aquém do esperado. A torcida esperava a medalha de ouro com César Cielo e Fabiana Murer e algumas outras possibilidades, no entanto não foi dessa vez.
Agora, como explicar um desempenhos desses em esportes individuais de alto rendimento. A opinião de alguns analistas que esses atletas não estão preparados psicologicamente para tamanha cobrança, por parte da torcida, que os acompanha somente de quatro em quatro anos. 
Entretanto em minha opinião, esse fundamento não corresponde a verdade, nossos atletas olímpicos são sensacionais, mas no país faltam investimento, profissionalismo, organização e patrocínio. Até porque como esperar um medalha olímpica no futebol feminino se nem um campeonato nacional decente possuímos, como esperar melhores resultados no tênis de mesa se o esporte tem pouco patrocínio e não é praticado nas escolas.
Nas principais potencias olímpicas a prática do Esporte é incentivada nas escolas e profissionalizadas nas universidades, assim sendo, o esporte anda de mãos dadas com a educação. No Brasil a realidade é muito diferente e o incentivo ao esporte e circunstancial, com apoio do governo e tem um caráter assistencialista e não profissional. Enquanto não mudar esse quandro, passaremos muita vergonha nas próximas olimpíadas que serão realizadas no Brasil, não por culpa dos atletas, mas pelo pouco profissionalismo de nossos dirigentes.
Parabéns Atletas "Bronzeados".  

Nenhum comentário: