quinta-feira, 19 de abril de 2012

Excesso de barragens na Amazônia

O Brasil pode ser um dos prejudicados pelos impactos ambientais de dezenas de hidrelétricas planejadas para a Amazônia andina -muitas vezes com estímulo do próprio Brasil. Em estudo publicado no periódico PLoS One, os pesquisadores norte-americanos Matt Finer e Clinton Jenkins fizeram o primeiro mapeamento de todas as 151 usinas propostas na região. Eles concluíram que 47% delas têm alto impacto ambiental. Mais de 80% delas ampliariam o desmatamento devido a novas estradas e linhas de transmissão. E 60% interromperiam o fluxo de cinco dos seis principais formadores do rio Amazonas, com efeitos adversos prováveis no transporte de nutrientes e na migração de espécies. O fato de apenas 19% das 151 usinas terem sido classificadas como de baixo impacto desafia a noção de que hidrelétricas são energia ambientalmente correta - FSP, 19/4, Mercado, p.B7; O Globo, 19/4, Ciência, p.38.

Nenhum comentário: