terça-feira, 14 de junho de 2011

Dignidade na Advocacia

A imagem do advogado ao longo da história foi construída negativamente. Para um imenso número de pessoas desinformadas, o advogado é um profissional que engana o próximo, por conhecer as famosas "brechas" da Lei, no mais se aproveita da morosidade do judiciário, com intermináveis recursos. 
No entanto essas afirmações são injustas para a Advocacia, que sendo praticada com ética e nos limites do que dispõe Estatuto da Advocacia e a Ordem dos Advogados do Brasil sua profissão, no mais o Advogado é essencial a administração da Justiça como dispõe a Constituição Federal.
 Art. 133. O advogado é indispensável à administração da justiça, sendo inviolável por seus atos e manifestações no exercício da profissão, nos limites da lei.
A atuação profissional no judiciário aplicada com ressentimentos e rivalidades entre Advogados, Juízes e Membros do Ministério Público só leva ao descrédito do sistema judicial, levando à sociedade a injustiça e a não pacificação social. O mais novo capítulo dessa rivalidade é a pintura ao lado que estar exposto na sala de audiências da 2ª Vara de Família da comarca de Santa Maria (RS), que reacende as desavenças entre juízes e Advogados e que nada contribuí para o aperfeiçoamento da justiça. Mais detalhes pode ser ler aqui.
 

Nenhum comentário: