quarta-feira, 4 de maio de 2011

Estado de Violência no Curso de Direito

É num clima de tensão e violência que se mostra a educação brasileira, casos de agressão física entre alunos e/ou alunos e professores virou rotina em salas de aula Brasil afora. O caso mais recente envolveu a professora Sylvia Fairbank, que ministra a Disciplina de Direito Civil na faculdade Unisuam de Campo Grande, zona oeste do Rio. Um caso lamentável, que precisa ser apurado com rigor, mas que não deixa de ser envergonhar, até porque este fato ocorreu dentro de uma sala de aula, formada por alunos adultos, universitários do curso de Direito. 
É de assustar com o nível emocional no que estão sendo preparados esses futuros profissionais do Direito, que não compreendem nenhum significado do que vem a ser Direitos Humanos, que praticam e colaboram com atos de violência. Tal ato covarde de violência, contra a mulher, foi imputado a um aluno que também é cabo da polícia militar (sem comentários).
Toda a violência desmedida foi ocasionada por que o dito aluno portava em seu código anotações indevidas, popularmente conhecidas como "cola". Mas o mais inacreditável é que parte dos alunos ficaram do lado do aluno acusado de agressão, pois a prova estava difícil. Para conhecer essa história leia aqui.  

Nenhum comentário: