sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Saúde Pública em Belém

Nos últimos anos a Saúde Pública na cidade de Belém "sobrevive" num estado lamentável. Falta de médicos, remédios e pacientes relegados a sua própria sorte. Em bairros mais periféricos da cidade, a situação é mais grave, pois além dos agravantes já enunciados, médicos e funcionários dos postos de saúde tem que conviver com a violência urbana e falta de infra-estrutura dos prédios. 

Este fato se tornou tão evidente que em audiência Pública, onde o secretário de saúde do município de Belém, Sérgio Pimentel, afirmou que "médicos não se interessam em trabalhar no bairro da Terra Firme devido a uma suposta falta de segurança e de estrutura na unidade de saúde local".

 Fatos como este são corriqueiros na cidade de Belém, contudo as palavras do secretário o tornam mais evidente o estado de falência da capital do Estado do Pará. Mas a população do bairro da Terra Firme, numa atitude digna de elogios, não se abateu com esse fato, assim moradores, lideranças comunitárias e movimentos sociais confirmaram na última terça-feira, 30 de novembro, o compromisso de dar máxima divulgação ao edital de chamamento de novos médicos, desfazendo o suposto preconceito com o bairro. Demonstrando que o bairro é referência no policiamento comunitário. Maiores informações aqui.

Nenhum comentário: