domingo, 26 de setembro de 2010

Menor no cárcere

Acredito que ao sair das faculdades, os profissionais do Direito estão muito distantes de compreender a realidade social dos moradores das cidades em que trabalham e vivem. O futuro profissional, está acostumado com o conforto em sua sala de aula, o estágio e deslumbrado com a carreira que pode seguir, ao passar num concurso jurídico. Entretanto a realidade é muito diferente nas cidades do interior, se comparada aos dos grandes centro urbanos,  a população em nossa volta tem valores morais diferentes do nossos e sobrevivem muitas vezes com poucos recursos. No entanto o convívio diário com essa população deve ser pautar com respeito, com profundo dever ético e a proteção aos Direitos Humanos. Contudo, isso não ocorreu na cidade de Abaetetuba-Pa, quando uma menor de idade foi presa numa cela masculina e diariamente estuprada, com a convivência de diversos indivíduos.  Neste episódio lamentável, todos os culpados devem cumprir suas devidas penas, mesmo que acarretem o afastamento do serviço público, caso raro no Estado do Pará. Mas como a todos é devido o contraditório e a ampla defesa, segue a matéria onde a juíza Clarice Maria de Andrade, expõe a sua versão dos fatos.

Nenhum comentário: